Educação não formal

 
O ambiente escolar está regido por normas formais de ensino, ou seja, mediante a participação do professor, com conteúdos previamente demarcados. 
 
A universidade, apesar de se constituir em um espaço de educação formal, pode ser palco de ações educativas não formais e informais. 
 
O projeto Geodiversidade na Educação é caracterizado como um processo de educação não formal contínuo, já que escapa da rigidez do processo convencional de ensino-aprendizagem (com horário e laboratório definidos, intermediação do professor, etc.). Contudo, eventualmente pode apresentar características tanto de formalidade (aulas de geologia já tem sido dadas neste espaço) quanto de informalidade, já que é aberto a visitantes sem vínculo com a universidade. 
 
Os painéis expostos ao público com informações geocientíficas têm funcionado como uma ferramenta de educação não formal. Eventualmente professores da rede pública apresentam este conteúdo aos alunos em visitas aos pontos de turismo onde estão instalados.